Camille e Rodin

Teatro
MASP
22/06/12 a 26/05/13 -
Sexta R$ 20,00 Sábado e Domingo R$ 30,00

O espetáculo Camille e Rodin conta a linda e trágica história de amor vivida pelos escultores franceses Camille Claudel e Auguste Rodin

Este espetáculo marca a abertura de mais um espaço para o teatro na cidade de São Paulo: O Grande Auditório do MASP, que terá sua programação teatral sob curadoria do Vivo EnCena.

No universo da Arte, Camille Claudel (interpretada por Melissa Vettore) e Auguste Rodin (interpretado por Leopoldo Pacheco) entram em cena, criando no palco uma história de paixão e tragédia. Trata-se de um texto pulsante, que constrói a vida amorosa desses dois personagens caminhando paralelamente ao embate sobre Arte, levando o espectador à uma impactante reflexão, através da direção de Elias Andreato.

De um lado, Camille Claudel, uma jovem intuitiva, dona de uma imaginação excepcional, uma mulher determinada que quebrou laços com sua classe social e a moral vigente, entrando em conflito com sua família e com as normas de conduta bem aceitas em sua época para se tornar uma artista grandiosa.

De outro, Auguste Rodin, um gênio já maduro que com seu trabalho e talento, se transformou no maior escultor de todos os tempos, representando através de sua arte, as paixões humanas.

O espetáculo reconstrói esse encontro, que se transforma numa paixão arrebatadora e em um impulso artístico para ambos, dois gênios criativos, que passaram suas vidas em busca de amor, compreensão e liberdade.

Sem Camille, Rodin possivelmente não teria feito suas obras mais apaixonadas e, sem Rodin, Camille não seria a artista fantástica e nem o mito em que se transformou.

Sinopse
Ao chegar à cidade de Paris, muito jovem, Camille Claudel se torna aluna, discípula e amante de Auguste Rodin. Tendo que combater o preconceito da sociedade como mulher e artista, posa para ele e fascina-o com sua personalidade. O diálogo amoroso se torna presente nas obras dos dois.

A intuição criativa de Camille e o apuro conquistado em anos de estudo por Rodin, tornam a obra de um e de outro próximas, ao ponto de não sabermos qual obra do mestre ou da aluna inspirou um, ou copiou o outro, promovendo um embate de natureza artística entre os dois.

Depois de quinze anos de tortuoso relacionamento, o rompimento definitivo marcará a vida e a obra de ambos para sempre.
Auguste Rodin se torna o maior escultor de todos os tempos. Camille Claudel após longo período debatendo-se em dificuldades financeiras, lutando contra a rejeição da família e o preconceito da época pela mulher solteira e artista, entrega-se à solidão e à loucura.

Por iniciativa de seu irmão, é internada à força num manicômio aos 49 anos, onde passará os trinta anos seguintes de sua vida.

Foto por: DIVULGAÇÃO
MASP Cidade: São Paulo - SP Preço: Sexta R$ 20,00 Sábado e Domingo R$ 30,00 Endereço: Av. Paulista, 1578

Datas: 11 de janeiro até 26 de maio de 2013 (Estreou em 22 de Junho de 2012)
Horários: Sexta e Sábado 21h | Domingo 19h30


TAGS: