Esboço para uma quase paisagem

Teatro
Cemitério de Automóveis
14/04/15 a 12/05/15 -
R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada)

Esboço para uma quase paisagem, de Drika Nery faz temporada no Teatro do Cemitério de Automóveis

Esboço para uma quase paisagem é o terceiro texto encenado de Drika Nery no Teatro Cemitério de Automóveis, em temporada de cinco semanas. Renata Jesion dirige os atores Guilherme Mazzei, Johnnas Oliva e Laís Marques nesta fábula paulistana em que três jovens se isolam, sob o pretexto de escrever o roteiro de um filme, em um prédio abandonado onde funcionava uma antiga produtora da *Boca do Lixo.

Zero (Johnnas Oliva) tem 23 anos, é filho de um famoso cineasta brasileiro que despontou na época do cinema marginal. André (Guilherme Mazzei) tem apenas 22 anos, mas já mora sozinho em um amplo apartamento. Ambos estudam cinema na faculdade, foi lá que se conheceram e se tornaram amigos. O terceiro personagem desse triângulo é Joana (Laís Marques) a atendente da locadora de filmes que fica em frente à faculdade. Ela tem 25 anos e só, não tem nem grana, nem profissão ou endereço fixo.

Os três constroem pra si esse simulacro de mundo que mais parece um aquário de frente para um mar de carros. A história se passa nesse prédio que fica em frente ao Elevado Costa e Silva, mais conhecido como Minhocão, um viaduto que durante a semana, fica fechado à noite e só reabre às 6h30 da manhã. A vida de nossas personagens é regida por essa maré: durante o dia, com o viaduto aberto (maré cheia), eles se escondem, dormem, fazem silêncio; durante a noite, com o viaduto fechado (maré baixa), eles emergem, vivem.

Foto por: NELSON KAO
Cemitério de Automóveis Possui acesso à deficientes Cidade: São Paulo - SP Preço: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada) Endereço: Rua Frei Caneca, 384 – Consolação

Datas: 14 de abril a 12 de maio de 2015
Horários: Terças, às 21h30
Duração: 60 minutos
Classificação: 16 anos

Telefone: 2371-5783

TAGS: