Vermelho Amargo

Teatro
Sesc Pinheiros
18/07/14 a 30/08/14 -
R$ 25,00 (inteira), R$ 12,50 (meia) e R$ 5,00 (Matriculado Sesc)

Vermelho Amargo traz as memórias de um narrador durante período de dificuldade em sua vida no palco do Sesc Pinheiros

Na adaptação para os palcos do premiado livro - de cunho autobiográfico - do poeta mineiro Bartolomeu Campos de Queirós, a companhia aberta (do espetáculo Farnese de Saudade, 2011) utiliza da metáfora para trilhar o percurso das palavras do autor, revisitando sentimentos como o da perda precoce da infância, o desaparecimento da mãe, a distância paterna, o esfacelamento dos laços fraternais e a consciência da passagem do tempo, permeada pelo amadurecimento.

Após três temporadas de sucesso no Rio de Janeiro, é a vez dos paulistas conferirem Vermelho Amargo que estreia dia 18 de julho, sexta-feira, às 20h30, no auditório do SESC Pinheiros. No elenco, Davi de Carvalho, Daniel Carvalho Faria e Vandré Silveira.

Vermelho Amargo traz as memórias de um narrador sem nome definido sobre um período de enorme dificuldade em sua vida: o falecimento da mãe e os futuros maus-tratos de uma madrasta mesquinha e pouco cuidadosa.

Na adaptação da companhia aberta, o grupo optou por preservar a maior parte do texto original. O espetáculo aborda sentimentos íntimos, vivências familiares, o passado, o amadurecimento brutal de um homem, memória, fé, ausência de uma pessoa que se ama e a possibilidade de refletir sobre as amarguras da vida. 

A encenação apresenta o trajeto de amadurecimento de uma criança assustada pela ausência da mãe e pela imagem recorrente (e impregnada de significados) de como sua madrasta cortava o tomate para as refeições da família.

Foto por: DIVULGAÇÃO
Sesc Pinheiros Cidade: São Paulo - SP Preço: R$ 25,00 (inteira), R$ 12,50 (meia) e R$ 5,00 (Matriculado Sesc) Endereço: Rua Paes Leme, 195 - Pinheiros

Datas: 18 de julho até 30 de agosto de 2014
Horários: Sexta e sábado, às 20h30.
Classificação: 16 anos

Telefone: 3095-9400

TAGS: