Maria, Sou eu

Teatro
Sede Luz do Faroeste
12/07/14 a 27/07/14 -
(Quem chegar uma hora antes do início do espetáculo define quanto quer pagar depois de ter visto a peça) Antecipados ou reserva por R$ 40,00

Espetáculo sobre a ditadura Maria, Sou eu faz temporada na Sede Luz do Faroeste

Sede Luz do Faroeste recebe o espetáculo, Maria, Sou Eu de Alessandra San Martin com direção de João Nalão, conta a história de Maria (Alessandra San Martin) que se encontra esquecida e busca resgatar sua história apagada pelas torturas sofridas durante a ditadura civil-militar brasileira.

Num ambiente inspirado nos grandes arquivos de documentação e nos grandes depósitos de corpos, Maria tenta se lembrar “Maria do quê?" é, e aos poucos rememora passagens importantes de sua vida e luta, suas dores, alegrias e amores, na ânsia de que um dia os arquivos em que ela e outros desaparecidos se encontram sejam abertos.

Em meio ao caótico cenário composto de caixas e papéis que representam os grandes arquivos-mortos repletos de documentos humanos, as dramaturgias textual, corporal e cênica mais a trilha sonora executada ao vivo por um violoncelista (Gabriel Mazon) anseiam questionar não somente os órgãos públicos detentores dos documentos outrora confidenciais, como toda a sociedade sobre o direito inalienável e superior de esclarecimentos em relação ao paradeiro póstumo e causa mortis das centenas de vítimas torturadas e assassinadas pelo aparelho repressor estatal-militar durante a ditadura civil-militar brasileira (1964-1984) e suas respectivas histórias.

Foto por: DIVULGAÇÃO
Sede Luz do Faroeste Possui acesso à deficientes Cidade: São Paulo - SP Preço: (Quem chegar uma hora antes do início do espetáculo define quanto quer pagar depois de ter visto a peça) Antecipados ou reserva por R$ 40,00 Endereço: Rua do Triunfo, 305 – Metrô Luz

Datas: 12 a 27 de julho de 2014
Horários: Sábados, às 22h | Domingos, às 17h.
Duração: 60  minutos 
Classificação: 16 anos


TAGS: