Vingança

Teatro
CCBB - Centro Cultural Banco do Brasil
12/02/14 a 18/04/14 -
R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

A obra de Lupicínio Rodrigues é o ponto de partida para o espetáculo Vingança, o Musical no palco do CCBB

Lupicínio Rodrigues era um paisagista dos sentimentos. Seu universo era feito da noite, de paixões impossíveis, da boemia alegre e dos desencontros amorosos – e os personagens mais assíduos de suas canções eram “os homens infiéis e as mulheres más”.

Lupicínio Rodrigues foi o inventor da expressão “dor-de-cotovelo”. Foi numa de suas crônicas no jornal Ultima Hora que a expressão surgiu pela primeira vez, usada para descrever a dor da solidão, provocada pelo tempo em que o sujeito solitário passava com o queixo apoiado sobre o cotovelo no balcão do bar.

Fã confessa da obra e escritos de Lupicínio, a atriz, cantora - e agora dramaturga - Anna Toledo mergulhou nesse mundo, idealizou e criou Vingança, o musical que recria, através da música, do drama, da ironia e do sarcasmo, o universo de paixões descrito em Vingança, Volta, Esses moços, Maria Rosa, Nunca, Cadeira vazia, Ela disse-me assim, Foi assim, Nervos de aço, Quem há de dizer, Felicidade, Se acaso você chegasse, clássicos do cancioneiro brasileiro e paisagens riquíssimas da alma humana. 

Na montagem, o diretor André Dias recria a atmosfera do Sul do Brasil dos anos 50. Vingança narra a história de três triângulos amorosos, tendo como pano de fundo a efervescência passional do "samba-canção". A música, a boemia e a paixão são o fio condutor de uma trama onde os papéis de traído e traidor alternam-se numa intrincada ironia do destino.

No vértice dos triângulos está a dançarina Maria Rosa (Amanda Acosta), uma mulher envolvente e sedutora. Ela vive sob a proteção de Alves (Leandro Luna), um perigoso contraventor, homem possessivo e violento.

Maria Rosa trabalha como dançarina no cabaré de Orlando (Sérgio Rufino), e é lá que conhece Liduíno (Jonathas Joba), um respeitável homem de família e boêmio notório, com quem inicia um tórrido caso de amor. Liduíno é casado com Luzita (Anna Toledo), mulher vitimizada e reprimida, que carrega a amargura da traição. Luzita tem segredos no seu passado e aos poucos descobre que a paixão que Orlando, o melhor amigo de seu marido, nutre por ela pode ser usada a seu favor.

Mas ainda há mais um vértice neste polígono amoroso: Linda (Andrea Marquee), uma mulher humilde, mas ambiciosa, que trabalha de dia na casa de Luzita e Liduíno, como empregada doméstica, e à noite como cantora no cabaré de Orlando. Linda é apaixonada por Alves, seu antigo amante, e fará de tudo para afastá-lo da fatal Maria Rosa, sem medir as conseqüências de seus atos.

O espetáculo fica em cartaz até 18 de abril no palco do Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB.

Artistas e Créditos

  • Amanda Acosta (Maria Rosa)
  • Andrea Marquee (Linda)
  • Anna Toledo (Luzita)
  • Jonathas Joba (Liduíno)
  • Leandro Luna (Alves)
  • Sérgio Rufino (Orlando)
  • Guilherme Terra (Seu Maestro)
Foto por: JOÃO CALDAS
CCBB - Centro Cultural Banco do Brasil Cidade: São Paulo - SP Preço: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia) Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro

Datas: 12 de fevereiro até 18 de abril de 2014
Horários: Quartas, Quintas e Sextas às 20h.
Duração: 100 minutos (com 10 minutos de intervalo)
Classificação: 16 anos

Telefone: 3113-3651/52
Estacionamento conveniado: Estapar Estacionamentos – Rua da Consolação, 228, Edifícos Zarvos (R$ 15,00 pelo período de 5 horas. Necessário carimbar o ticket na bilheteria do CCBB).

TAGS: