Ocupação Mirada - Timbre 4

Teatro
Sesc Belenzinho
06/02/14 a 23/02/14 -
R$ 25,00 (inteira); R$ 12,50 (Meia). R$ 5,00 (Matriculados Sesc)

Grupo de teatro argentino Timbre 4 mostra quatro peças e realiza uma oficina no Sesc Belenzinho

O projeto Ocupação Mirada convida a companhia argentina de teatro Timbre 4 para apresentar quatro espetáculos de seu repertório no Sesc Belenzinho, entre os dias 6 e 23 de fevereiro, e uma oficina com o diretor e dramaturgo Claudio Tolcachir, nos dias 14 a 14 de fevereiro.

Espetáculos

Terceiro Corpo (Tercer Cuerpo)
Um escritório em ruínas, a casa de um casal, um bar e um consultório médico: diferentes lugares que se alternam em um mesmo espaço, conjugando a vida de cinco personagens. O que os une é a solidão, a incompreensão e a necessidade de amar. Cinco vidas, cinco desejos, cinco pessoas incapazes. Enquanto isso vive-se, trabalha-se, tenta-se. Medo de não ser, medo de que saibam quem sou, medo e incapacidade. A história de querer e não saber o que fazer, a história de um tentar absurdo. E querer viver cada dia apesar de tudo.
Texto e direção: Claudio Tolcachir.
Elenco: Com Melisa Hermida, Daniela Pal, José María Marcos, Hernán Grinstein e Magdalena Grondona. 

Duração: 70 minutos.
Não recomendado para menores de 14 anos.
Espetáculo falado em Espanhol, com legendas em Português.  
Sala de Espetáculos II (100 lugares)

Emília
Fissuras familiares vêm à tona com o súbito reaparecimento da babá do título. Emília cuidou do agora chefe de família, durante sua infância. O tempo os separou, mas anos depois se reencontram. Ele, já adulto, com mulher e filho. Ela, velha, sozinha e necessitada. Ele está agora às voltas com a família, que imaginava sob controle, até ser sacudido pela lembrança da criança que foi e do amor que a empregada lhe dedicou.  A mesma mulher que, décadas depois, o acaso põe dentro da nova casa para onde estão se mudando. 
O menino cresceu mas talvez esse amor que constituiu sua infância não tenha mudado e segue sendo sua estrutura afetiva. Tolcachir toma como inspiração a experiência pessoal para compor um drama delicado sobre a dor do outro, em uma estrutura familiar em que, por alguma razão, todos se amam, mas essa razão nem sempre é o amor. 
Texto e direção: Claudio Tolcachir.
Elenco: Elena Boggan, Gabo Correa, Adriana Ferrer, Francisco Lumerman, Carlos Portaluppi.  

Duração: 90 minutos.
Não recomendado para menores de 14 anos.
Espetáculo falado em espanhol, com legendas em português.
 
O Vento Num Violino (El Viento en un Violin) 
Mulheres que se amam, procurando desesperadamente um filho. Mães com seus filhos, desesperadas para assegurar-lhes a felicidade. Filhos desorientados, desesperados para encontrar seu lugar. Histórias de seres ricos e pobres que se buscam. A vida e o amor que atravessa tudo, que tudo permite. Pensar a vida de outra forma e talvez aceitá-la em nome do amor. O espetáculo pode ser entendido como uma história sobre a luta entre o amor e o direito, ou sobre as diferenças sociais e as distâncias criadas por elas. Sobre o desespero do amor e a solidão. Ou, talvez, sobre o surgimento de uma nova forma de família, nascida do erro e do inesperado.
Texto e direção: Claudio Tolcachir.
Com Araceli Dvoskin, Tamara Kiper, Inda Lavalle, Miriam Odorico, Lautaro Perotti, Paula Ransenberg, Gonzalo Ruiz

Duração: 90 minutos. 
Não recomendado para menores de 14 anos.
Espetáculo falado em espanhol, com legendas em português.
Sala de Espetáculos II (100 lugares) 

A Omissão da Família Coleman (La Omissión de la Familia Coleman) 
A história de uma família argentina de classe média baixa que atravessa uma situação econômica muito difícil. A mãe é muito infantil para lidar com tudo o que enfrenta. Seus filhos, quatro jovens adultos, têm, cada um, seus próprios problemas. A avó é a autoridade moral da família.  A vida vai correndo com normalidade até o dia em que a avó fica doente. No hospital, todos aproveitam para se aquecer, comer, tomar banho porque em casa já não é possível. Os conflitos se acentuam e a família Coleman vai se debatendo entre o absurdo do cotidiano e a violência. A Família Coleman vive no limite da dissolução, uma dissolução evidente, mas secreta convivendo numa casa que os contém e detém, construindo espaços pessoais dentro de espaços compartilhados, cada vez mais complexos de conciliar. Uma convivência impossível, na qual a violência se instala como natural e patética e onde se ignora o outro.
Texto e direção: Claudio Tolcachir.
Com Araceli Dvoskin, Inda Lavalle, Miriam Odorico, Lautaro Perotti, Tamara Kiper, Diego Faturos, Gonzalo Ruiz, Jorge Castaño. Iluminação: Omar Possemato. 
Assistente de Direção: Macarena Trigo. 

Não recomendado para menores de 14 anos.
Espetáculo falado em espanhol, com legendas em português.
Sala de Espetáculos II (100 lugares)

Oficina

O Ator e a Cena, do Texto para a Ação - oficina com Claudio Tolcachir 
Por meio de análise de texto e exercícios corporais de experimentação (verbos motores no corpo/verbos motores no texto), de comunicação e modificação, a proposta é pensar um ator independente, com trabalho autoral, que tenha as estratégias para propor e resolver cenas e armas necessárias para levar a cabo suas ideias, assim como maleabilidade para incorporar as propostas da direção e as transformar em motores próprios que enriqueçam seu trabalho.

Coordenada por Claudio Tolcachir (diretor e autor das peças do grupo Timbre 4 - Argentina)
Para atores profissionais e estudantes de Teatro.
Interessados devem enviar currículo e carta de interesse, com dados para contato, até o dia 31/01 para o email: oficinatimbre4@belenzinho.sescsp.org.br. Os selecionados serão avisados com antecedência, por e-mail, até dia 05/02, para efetuar inscrição pessoalmente no Sesc Belenzinho.

Sala de Espetáculos II. 20 Vagas. Carga Horária: 12h.
Não recomendado para menores de 18 anos.

Foto por: DIVULGAÇÃO
Sesc Belenzinho Cidade: São Paulo - SP Preço: R$ 25,00 (inteira); R$ 12,50 (Meia). R$ 5,00 (Matriculados Sesc) Endereço: Rua Padre Adelino, 1.000 - Belenzinho
Telefone: 2076-9700
Estacionamento: R$ 6,00 (não matriculado); R$ 3,00 (matriculado)

TAGS: