À beira do abismo me cresceram asas

Teatro
Teatro FAAP
14/06/13 a 25/08/13 -
R$ 70,00 (Sexta e Domingo) | R$ 80,00 (Sábado)

O espetáculo de Maitê Proença À beira do abismo me cresceram asas, chega à São Paulo para temporada no Teatro FAAP

O Teatro FAAP recebe o espetáculo À beira do abismo me cresceram asas fala sobre a vida, que é um retrato encantador sobre duas mulheres. O texto tem como ponto de partida histórias reais colhidas em diferentes  asilos do Brasil.  

A partir daí, criaram-se novos histórias, ideias, conceitos, costurou-se suspense com magia, brotou a dramaturgia, surgiu a peça e nasceram Terezinha e Valdina.

Nossas velhas são tão crianças, tão jovens e tão maduras quanto tantas outras sólidas senhoras que vemos pelas ruas. São mulheres tão intrigantes quanto "As Meninas”, que - também pelas mãos de Maitê - deram passagem a elas. “Filtro  pra  quê?  Voltei  para  a  infância  e  falo  o  que  me  vem  na  cabeça. Para  alguma  coisa  tem  de  servir  a  velhice."   A  frase  é  de  Valdina,  uma  das personagens da peça.

“O que você vê quando olha pra mim? Uma velha rabugenta e reclamona? Eu não sou o que você está olhando. Eu sou aquilo que está dentro do que você está olhando. E o que eu converso com você vem de lá, eu sou o lado avesso da velha que você vê.” – Terezinha Teresinha e Valdina são as protagonistas do espetáculo. 

Valdina (Clarisse Derzié Luz), de 80 anos, parece levar o dia  a dia com otimismo, sem nostalgias, mas não se engane, ela carrega um grande segredo. Terezinha (Maitê Proença), de 86, é de temperamento carrancudo ainda que bem resolvido. Em comum têm a praticidade dos que aprenderam a simplificar a vida  já que não há tempo para complicá-la. E têm a grande e dispensável amizade que se desenvolveu pelos anos de convívio.

Artistas e Créditos

  • Maitê Proença
  • Clarisse Derzié Luz
Foto por: PAULA KOSSATZ
Teatro FAAP Cidade: São Paulo - SP Preço: R$ 70,00 (Sexta e Domingo) | R$ 80,00 (Sábado) Endereço: Rua Alagoas, 903 – Higienópolis

Datas: 14 de junho até 25 de agosto de 2013
Horários: Sexta e Sábado às 21h | Domingo às 18h.

Telefones: 3662-7233 e 3662-7234
Estacionamento gratuito, com vagas limitadas

TAGS: