Plínio Marcos em Prosa e Samba

Show
Itaú Cultural
29/09/12 a 30/09/12 -
Grátis

Lendário disco Plínio Marcos em Prosa e Samba ganha show de relançamento no aniversário de nascimento do teatrólogo no Itaú Cultural.

Nos dias 29 e 30 de setembro o Itaú Cultural realiza um final de semana de samba em homenagem aos 77 anos que seriam completados pelo teatrólogo Plínio Marcos (29 de setembro de 1935 - 19 de novembro de 1999), com o show de relançamento do disco Plínio Marcos em Prosa e Samba com Geraldo Filme, Zeca da Casa Verde e Toniquinho Batuqueiro.
Lançado em vinil em 1974 pela gravadora Continental, o disco foi mantido até então como registro raro da discografia brasileira. Quase 40 anos depois, ganhou recente reedição em CD (Warner Music) e agora é brindado com um show sob o comando do músico Kiko Dinucci, que reúne uma turma de bambas da nova geração para uma releitura atual do registro lendário. No palco, eles recebem o sambista Silvio Modesto, integrante da turma dos anos 1970, para uma participação especial.

Na banda formada por Felipe Roseno (percussão), Juçara Marçal (voz), Marcelo Cabral (baixo e violão de sete cordas), Rodrigo Campos (guitarra e cavaquinho), Thiago França (saxofone e flauta) e Wellington Moreira (timba), Kiko Dinucci assume a guitarra, o violão e os vocais. No palco, o espetáculo contará ainda com intervenções de samples e vídeos da época assinados pelo artista visual Fernando Velázquez, ‘levando’ Plínio Marcos ao palco, assim como na gravação em 1974.

A apresentação segue o formato criado pelo teatrólogo para o disco, no qual conta histórias e casos antes de cada uma das músicas. É assim que Plínio, autor renovador dos padrões dramatúrgicos, costura um roteiro entre esta narração e os 13 sambas apresentados, dos quais cinco são de autoria de Geraldo Filme, quatro de Zeca da Casa Verde, dois de Toniquinho, uma música do folclore paulista e uma instrumental, interpretada no disco pelos Batuqueiros de Vila Isabel, que encerra a gravação (segue repertório abaixo).

E é desse período que uma memória viva se fará presente no show no Itaú Cultural: o sambista Silvio Modesto, carioca da velha guarda que fez sucesso com o samba tanto no Rio de Janeiro quanto em São Paulo. Parceiro de samba de Geraldo Filme, Zeca da Casa Verde e Toniquinho Batuqueiro, e amigo pessoal de Plínio Marcos – “foi ele quem conseguiu o meu primeiro emprego aqui em São Paulo, nos anos 1970”, recorda –, Modesto participou de vários shows do quarteto e ainda integrou o elenco da peça Balbina de Iansã, como um dos compositores da trilha sonora do musical. Neste show de lançamento do CD, cantará aos amigos de ‘prosa e samba’ os sambas Elos da Raça (Silvio Modesto e Capri), gravado por Jovelina Pérola Negra; Meu Lirismo (Silvio Modesto), cantado por Beth Carvalho; e É Prazeroso Cantar (Silvio Modesto).

Artistas e Créditos

  • Plínio Marcos em Prosa e Samba
Foto por: ANDRÉ SEITI
Itaú Cultural Cidade: São Paulo - SP Preço: Grátis Endereço: Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Datas: 29 e 30 de setembro de 2012
Horários: sábado e domingo, às 20h Telefones: 2168-1776 | 2168-1777
Estacionamento com manobrista: R$ 10,00 uma hora | R$ 5,00 a segunda hora | e mais R$ 4,00 p/ hora adicional
Estacionamento gratuito para bicicletas

TAGS: