Organofagia - 20/09 em Choque Cultural | Filtro Cultural

Organofagia

Exposição - 20/09/12 a 20/10/12 @ Choque Cultural

O artista João Paulo, conhecido como Nove, apresenta a exposição “Organofagia” no Acervo da Choque Cultural. Nesta, que é a segunda exposição individual do artista na galeria, ele traz para o ambiente expositivo suas vivências nas ruas de São Paulo, transformando materiais encontrados pela cidade em suportes para apresentar suas pinturas.

Tudo começa na própria ação da coleta que o artista faz por materiais que se encontram na cidade. Como Nove mesmo define, trata-se de um percurso sensível e epistemológico em que ele recolhe das ruas o que, de alguma forma, possa se transformar na melhor fonte de comunicação entre a sua obra e sua ação artística. Conceitualmente, o deslocamento destes suportes, são a gênese do trabalho de Nove que é extensão do que a rua, suas vivências, rastros, marcas e memórias podem trazer enquanto referência social e cultural.

Metal, madeira e concreto transformam-se em telas que abrigam suas pinturas feitas em tinta spray e tinta acrílica, valorizando a matéria em seu estado bruto, com as marcas de um processo natural de decomposição. “A beleza está na deterioração, na ação do tempo e dos elementos naturais sobre esses objetos. A união destes elementos orgânicos, como o tempo de duração, a chuva, o sol, o vento e a poluição, que transformam estado inicial do objeto, se aderem naturalmente à minha pintura”, explica Nove.

O nome que a exposição leva está relacionado diretamente ao processo de criação de suas obras. “Organofagia” remete tanto ao uso desses materiais orgânicos, quanto à ruptura da deterioração desses elementos, que acontece quando a ação artística de Nove consome esses objetos e os transforma em arte.

Como parte da exposição, o artista também fez a nova fachada do Acervo da Choque Cultural, uma pintura fluída e com forte presença da água na composição, de uma linguagem orgânica em simbiose com a geometria livre e abstrata, características continuamente presentes nas obras de Nove.

Foto por:DIVULGAÇÃO